Handebol: livre da suspensão, pivô brasileira vai jogar na Espanha


Elaine Gomes, pivô da seleção brasileira de handebol, foi contratada nesta segunda-feira (30) pela equipe espanhola Granollers. A atleta cearense está há um ano sem jogar. Campeã mundial em 2013 e pan-americana em 2019, a jogadora foi suspensa por nove meses depois de passar por aplicações de laser no sangue em outubro do ano passado, quando atuava na Romênia. Na época, o procedimento, não aprovado pela WADA (Agência Mundial Antidoping), foi ministrado pelo antigo clube da brasileira, o Corona Brasov.

No caso, além das tradicionais bandagens coladas no corpo dos atletas e os banhos em banheiras com gelo, também eram aplicados raios lasers na corrente sanguínea com objetivo de acelerar a recuperação física das atletas.

A última partida oficial da atleta ocorreu no dia 18 de novembro de 2019. Em agosto desse ano, ela teve suspensa a pena que iria originalmente até março de 2021. Na ocasião, ela conversou com a Rádio Nacional.

“Em primeiro lugar eu estou muito feliz. Estou esperando por isso há muito tempo. O Granollers está indo bem na liga da Espanha, eu conheço o técnico, que é auxiliar da seleção espanhola, então estou muito animada. É um time jovem mas que tem muito potencial. Não vejo a hora de chegar lá, conhecer as meninas, a estrutura e começar a trabalhar. Eu já falei que o desafio é grande, mas a minha vontade também”, disse a cearense à Agência Brasil.

O Brasil já está classificado para os Jogos Olímpicos de Tóquio por ter sido campeão dos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019.
 



Fonte

Próximo Post